domingo, 23 de novembro de 2008

Numa tarde de Domingo...


A Real Tapada de Mafra foi criada em 1747 com o objectivo de proporcionar um adequado envolvimento ao Convento, de constituir um espaço de recreio venatório do Rei e da sua corte e ainda de fornecer lenhas e outros produtos ao Monumento.
Com uma área de 1187 hectares, a Real Tapada de Mafra é rodeada por um muro de alvenaria de pedra e cal, com uma extensão de 16 Km. A Tapada foi dividida em três partes separadas por dois muros construídos em 1828.
Desde o século XVIII até à implantação da República, a Real Tapada de Mafra foi local privilegiado de lazer e de caça dos monarcas portugueses, sendo contudo nos reinados de D. Luís (1861-1899) e de D. Carlos (1899-1908) que a Tapada conheceu o seu período áureo como parque de caça.

A partir de 1941 foi submetida ao regime florestal total, sob tutela da Direcção-Geral dos Serviços Florestais e Agrícolas, passando a ser gerida numa perspectiva mais ambiental.
Em 1993 a Tapada foi concessionada à Empresa Nacional de Desenvolvimento Agrícola e Cinegético (ENDAC), uma sociedade de capital exclusivamente público na dependência do Ministério da Agricultura.
A partir de 1998 é criada uma Cooperativa de Interesse Público para aproveitamento dos recursos da Tapada, com o Estado a deter posição maioritária no seu capital social, numa parceria com a Câmara Municipal de Mafra e entidades privadas.

Conhecem?...vale a um passeio, acreditem.

4 comentários:

Swt disse...

Da Tapada de Mafra só conheço a estrada exterior que a acompanha!

José A. Vaz disse...

claro que conheço. e vale bem a visita. quanto à caça, D. Carlos tinha uma pontaria infalível...
beijinhos:)

Um Poema disse...

...

A visita é imperdível, sem dúvida.

Obrigado pela visita, durante a minha ausência, e pelo comentário.

Um abraço

Elsa Martinho disse...

Swt,
devias visitar o interior, num pequeno comboio a viagem leva cerca de 2 horas, é fantástica!
beijinhos*

José,
claro que conheces, calculava.
Quanto à caça...
Beijinhos:)

Vítor,
estás de volta, ainda bem...
beijinhos*